fbpx

Isso sim é Coisa de Preto: Tecnologia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Isso sim é Coisa de Preto: Tecnologia

Autor: Sérgio Maurício

Estes são os 10 negros que marcaram o ramo tecnológico com suas invenções.

A consciência negra no Brasil se comemora hoje, dia 20/11, e a data foi escolhida por coincidir a morte de Zumbí dos Palmares, grande líder a favor da libertação dos escravos.

Não só por isso mas esta data vem para refletir a inserção do negro na sociedade. Será que a raça negra de fato está inserida sem diferenças e preconceitos?

Fato que hoje separamos algumas invenções criadas por negros que ajudaram nossa sociedade evoluir!

Sério!! O sexto é simplesmente genial!

Vamos as invenções – Isso sim é Coisa de Preto

Gerald A. Lawson

Isso sim é Coisa Preto

Pausar uma partida de videogame pode ser uma tarefa muito simples e banal atualmente, mas isso não existia nos primeiros consoles.

Se hoje em dia os gamers de plantão apertam o “pause” sem a preocupação de perder o jogo, podem agradecer ao engenheiro eletrônico norte-americano Gerald A. Lawson (que atendia também por Jerry Lawson).

A invenção mais importante de Lawson, no entanto, foi o Fairchild Channel F, um sistema de videogame baseado em cartucho. Apesar de sua indiscutível importância para a indústria do videogame, Lawson acabou não ficando verdadeiramente conhecido.

Ele também era um dos pouquíssimos negros do ramo, em um período (década de 1970) em que o racismo era muito mais presente na sociedade.

Sendo assim, o engenheiro precisou enfrentar muitas barreiras. Lawson fundou sua própria empresa, a VideoSoft, que produzia cartuchos para o Atari 2600. Sua morte aconteceu em 2011.

Enedina Alves Marques

Isso sim é Coisa Preto

Todavia, uma curitibana Enedina Alves Marques (1913 – 1981) entrou para a história simplesmente por ter sido a primeira mulher a se formar em engenharia no estado e a primeira engenheira negra do Brasil, ao conquistar o diploma na Universidade Federal do Paraná, em 1945.

Em 2006, foi fundado o Instituto de Mulheres Negras Enedina Alves Marques, em Maringá.

Janice Wilkins
Isso sim é Coisa Preto

Ex-vice-presidente de finanças e diretora de auditoria interna da Intel Corporation, Janice Wilkins passou 29 anos na empresa em questão em diversas funções operacionais e de finanças corporativas, incluindo Chefe de Recursos Humanos dos Estados Unidos e Vice-Presidente de Finanças.

Além disso, foi responsável pela auditoria interna global da Intel, supervisionando as equipes de operações de investigação, ética e conformidade.

Antes de mais nada, sua longa carreira em tecnologia, Wilkins passou algum tempo nos setores de petróleo e gás, transporte marítimo, bancário e imobiliário.

Hadiyah-Nicole Green

Isso sim é Coisa Preto

Hadiyah-Nicole Green, uma norte americana, que atua como professora na Universidade de Tuskegee, nos Estados Unidos, conseguiu ter um impacto decisivo no mundo das pesquisas sobre o câncer.

Acontece que em janeiro, Hadiyah-Nicole conquistou uma bolsa no valor de US$ 1,1 milhão (o equivalente a R$ 4,4 milhões), para que pudesse desenvolver um tratamento revolucionário que usa nanopartículas ativadas a laser no tratamento da doença.

Otis Boykin
Isso sim é Coisa Preto

O engenheiro eletrônico e inventor norte-americano Otis Boykin fez a diferença no setor da saúde, tendo em vista que foi responsável por aprimorar o marca-passo cardíaco adicionando um controle eletrônico ao mecanismo, aumentando sua precisão.

Entretanto, Otis Boykin também é conhecido pelo fato de que, em 1961, patenteou um resistor elétrico capaz de suportar grandes mudanças de temperatura e pressão, peça que chegou até mesmo a ser utilizada pelo próprio Exército norte-americano. Ele morreu em 1982.

Patricia Bath
Isso sim é Coisa Preto
Isso sim é Coisa de Preto

A oftalmologista norte-americana Patricia Bath foi a primeira mulher do Instituto de Olhos Jules Stein, e a primeira mulher a liderar um programa de pós-graduação em oftalmologia.

Além disso, Patricia também foi a primeira mulher eleita para o quadro honorário do Centro Médico da UCLA, e a primeira pessoa negra a servir como residente em oftalmologia na Universidade de Nova York.

Ela também fundou o Instituto Americano para a Prevenção da Cegueira, sem fins lucrativos, em Washington, D.C.

Logo depois, ela foi responsável por criar o tratamento a laser para a catarata, procedimento revolucionário e bem menos doloroso aos pacientes.

Sua atuação profissional foi fundamental para ampliar o oferecimento de serviços oftalmológicos para comunidades pobres.

Jane Cooke Wright
Isso sim é Coisa de Preto

Da mesma forma, Jane Cooke Wright, foi uma oncologista, pioneira no tratamento e pesquisa do câncer e cirurgiã, com grandes contribuições para a quimioterapia, sendo chamada inclusive de “mãe da quimioterapia”.

Em contrapartida, Ela deixou a sua marca na inovação por causa do desenvolvimento de técnicas de cultura de tecidos humanos em testes de efeitos colaterais de drogas em células cancerosas ao invés de utilizar cobaias, como ratos.

Ao passo que os anos se passaram, Jane foi também pioneira no uso da droga Metotrexato no tratamento de câncer de mama e no uso de micose fungoide no tratamento de câncer de pele.

Phillip Emeagwali
Isso sim é Coisa Preto
Isso sim é Coisa de Preto

O nigeriano Philip Emeagwali obteve um bacharelado em matemática e três outros diplomas: um doutorado em computação científica pela Universidade de Michigan e dois mestrados pela Universidade George Washington.

Ele ficou conhecido na tecnologia por usar 65 mil processadores para inventar o computador mais rápido do mundo, que realiza 3,1 bilhões de cálculos por segundo. Ele foi eleito o 35º maior africano (e o maior cientista africano) de todos os tempos em uma pesquisa da revista New African. Seus registros foram citados em um discurso de Bill Clinton como um exemplo do que os nigerianos poderiam alcançar quando tivessem oportunidade.

Qual dessas invenções e feitos você já conhecia? Deixe aqui nos comentários!

Fonte: Agenda Preta

Deixa aqui o seu comentário

Últimas notícias e dicas