fbpx

TI ALAVANCA SETOR DE SERVIÇOS DURANTE PANDEMIA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o mercado de serviços recuou -6,9% em março e registrou uma queda de -2,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Apesar de o mercado ainda apresentar instabilidade, o setor vem sinalizando uma redução gradativa na queda da demanda, como mostra o relatório do GetNinjas, empresa de contratação de serviços, que vem analisando periodicamente os impactos da Covid-19 no setor de serviços autônomos desde o início de março.

De acordo com a startup, a maior queda na demanda por serviços foi de -41%, entre os dias 22 a 28 de março – segunda semana analisada -, em comparação com os dias 8 a 14 de março, período em que o novo coronavírus ainda não havia afetado o setor.

As categorias que estão sendo mais afetadas, são “Eventos” e “Serviços Domésticos”. Entretanto, nas semanas seguintes a queda no setor de serviços foi diminuindo gradativamente e o levantamento identificou, entre os dias 3 a 9 de maio, que a redução já chegou a -11%. Essa mudança ocorreu devido aos serviços que passaram a ser mais solicitados no mesmo período nas categorias de “Assistência Técnica” e “Design e Tecnologia”.

“Percebemos neste levantamento um reflexo da mudança de comportamento do consumidor e a necessidade de readequação e busca por alternativas pelos profissionais em meio a crise. Por isso, reestruturamos o modelo de negócios da plataforma para ofertar muito mais serviços de forma 100% remota, garantindo assim a segurança tanto do cliente quanto do prestador do serviço. E para os serviços essenciais que demandam atendimento presencial, realizamos uma campanha interna para orientar os profissionais cadastrados na plataforma”, comenta Eduardo L’Hotellier, fundador e CEO da startup.

Categorias mais afetadas

Entre os dias 15 a 21 de março, primeira semana analisada, a categoria “Eventos” teve uma queda de -62%. Ao longo das semanas seguintes, as demandas caíram ainda mais. Na última semana avaliada, entre os dias 3 a 9 de maio, foi registrada uma redução recorde de -84% nos pedidos realizados pelos clientes na plataforma, em comparação com os dias 8 a 14 de março.

Já a categoria “Serviços Domésticos” teve uma redução de -42% na primeira semana do monitoramento. Esta categoria, que já chegou a atingir uma queda de -68%, na segunda semana (22 a 28 de março), teve uma pequena redução na queda, mas continua com -53%, no último levantamento realizado entre os dias 3 e 9 de maio, em comparação com o mesmo período mencionado acima (8 a 14 de março).

Categorias que apresentaram aumento na demanda

A categoria “Assistência Técnica”, na segunda semana havia sido registrado uma redução de -9% nos pedidos solicitados no app. Porém, nas semanas seguintes a demanda só cresceu e entre os dias 3 e 9 de maio, foi registrado um acréscimo de 40%. Os serviços mais solicitados, são: conserto de videogames, notebooks e celulares.

Já a categoria “Design e Tecnologia” chegou a cair -22% na primeira semana analisada. Mas a situação se reverteu e, entre os dias 3 e 9, o aumento atingiu 11%. Entre os serviços mais solicitados dessa categoria, estão: materiais promocionais, aplicativos para celular e redes sociais e áudio e vídeo.

|

|

Matéria: IT forum 365

|

|


Outros usuários também gostaram do seguinte artigo:

OS CARGOS DE TI MAIS DIFÍCEIS DE ACHAR BONS PROFISSIONAIS

Deixa aqui o seu comentário

Últimas notícias e dicas